Alvatour


Dicas Para Viagem

Bagagem

Sempre a menor possível.

Para viagem nacional
Leve roupas adequadas a estação.

Para viagem internacional

  • No exterior as pessoas se vestem de maneira simples. Você não precisa  usar cada dia uma roupa. Leve roupas informais, mas caso haja algum imprevisto tenha sempre uma peça de gala.
  • Nos EUA e Europa a estação é contrária à do Brasil. Na bagagem de mão leve sempre uma peça de roupa, caso sua bagagem seja extraviada você estará prevenido.
  • Se você precisar declarar algum equipamento eletrônico, na saída do Brasil dirija-se à Receita Federal do aeroporto, levando o aparelho.
  • Identifique a sua bagagem com nome , endereço e telefone , coloque as etiquetas em lugares visíveis e também uma dentro da mala.

Horario de Embarque

  • Esteja com todos os documentos em mãos ou na bagagem de mão
    (Passaporte, RG, Passagem ou Voucher).
  • Em longas viagens é recomendável o uso de roupas e sapatos confortáveis
  • Não comer em excesso e, beba muito líquido.
  • Preocupe-se com suas bolsas, carteiras, pacotes e malas. Não peça e não aceite que outras pessoas transportem suas malas.
  • Chegue com 3 horas de antecedência nos vôos internacionais e 2 horas para vôos nacionais. Nos vôos charter, o comparecimento é solicitado com 2 horas de antecedência.

 

Dinheiro

  • Não é aconselhável que você ande com todo seu dinheiro no bolso. Procure guardá-lo em cofres no hotel.
  • Em viagem ao exterior, procure levar Traveller’s checks, todos os bancos tem departamento de câmbio e farão a conversão na hora, os cartões de crédito internacionais são bem aceitos. O dólar é aceito internacionalmente.

 

Remedios

Para quem tem problemas crônicos, leve os remédios na viagem. Mas se for ao exterior, fazer um seguro saúde é a melhor opção.           

Chegando na Cidade

No Hotel:

  • Confira a limpeza do quarto, se necessário, exija um quarto limpo, você pagou, você tem direito.
  • Cuidado com os aparelhos eletrônicos, saiba primeiramente qual é a voltagem do lugar.
  • No primeiro passeio, antes de sair, peça um cartão do hotel. Se você se perder, mostre o cartão e tudo estará resolvido.

Na hora de comer:

  • Comece com pratos leves e vá se habituando aos poucos.

Gorjetas

  • Variam conforme a cultura do país que você estiver visitando.
  • Alguns valores de gorjetas : 1 dólar por mala para o carregador ; 10 a 15% no táxi, nos bares e restaurantes ; 1 a 2 dólares para camareiras e "room-service" nos hotéis

 

Limites

  • Poderão ser trazidos do exterior até US$500,00 em compras.
  • No "Free Shop" você pode adquirir mais US$500,00 de diversos produtos.
  • Bebidas alcoólicas podem ser trazidas dos Free Shop (máximo 12 unidades).

 

Horários

  • Antes de ir, verifique os horários de funcionamento do comércio, dos bancos, museus, atrações e restaurantes. Eles variam de lugar para lugar, você pode correr o risco de ficar de fora.
  • Na hora de voltar – no mínimo 3 dias antes do seu retorno ao Brasil, reconfirme na Cia Aérea a sua reserva.

 

Documentos

Para que sua viagem não tenha nenhum problema, antes de embarque é necessário ter toda documentação em dia. Por isso aqui estão algumas informações :

Viagem Nacional:

  • Adultos : RG original ( em bom estado )
  • Menores de 12 anos: precisam de autorização judicial para viajar desacompanhados. A autorização é dispensada quando ele viajar acompanhado por :
    • Qualquer dos pais ;
    • Pessoa comprovadamente titular de sua guarda ou tutela ;
    • Ascendente ou colateral com mais de 21 anos até o terceiro grau de parentesco devidamente documentados ;
    • Pessoa com mais de 21 anos, portadora de autorização dos pais ou responsáveis.
  • De 12 a 18 anos : desacompanhados podem viajar mediante a apresentação de certidão de nascimento ou carteira de identidade.

Viagem Internacional :

  • É necessário o passaporte com validade mínima de 6 meses, exceto para os países limítrofes do Brasil apresentando somente carteira de identidade em bom estado de conservação ( inclusive para menores de idade ).
  • Países Limítrofes : Argentina, Uruguai, Paraguai, além do Chile(não faz fronteira).

Passaporte:

  • Formulário próprio assinado (vendido nas livrarias );
  • Original da carteira de identidade para maiores de 18 anos e original da certidão de nascimento para menores ;
  • Original do título de eleitor, com comprovante das duas últimas eleições e comprovante de residência ;
  • Original da quitação Militar ;
  • Taxa : paga no banco – consultar ;
  • Esclarecer número do CIC ;
  • 2 fotos 5X7 datadas ;
  • Autorização do pai e da mãe para os menores de 21 anos, feita no próprio formulário
  • Formulário deverá ser preenchido a máquina e entregue na Polícia Federal.
  • Alguns países exigem visto para entrada em seu território.
  • Consultenos para maiores informações.
  • Menores de 18 anos, quando desacompanhados, devem apresentar autorização judicial, que é dispensável quando o passageiro está desacompanhado de um dos pais com autorização do outro e passaporte.
  • seu passaporte deve estar sempre bem guardado. Tire uma cópia e guarde.

Intercâmbio

A melhor forma de fazer amigos e aprender se divertindo.

Aqui vão algumas dicas para você escolher o melhor intercâmbio :

  • Pergunte, pergunte e pergunte, não tenha vergonha de fazer as questões mais absurdas e anote tudo. Só se decida por algum dos intercâmbios quando você puder dar uma palestra de cinco horas sobre o assunto.
  • Converse com todo mundo que você conheça que já fez intercâmbio ou que tenha mandado os filhos. E peça também alguns nomes nas empresas que você visitar.
  • Saiba que o próprio jovem tem de dar entrada, ainda no exterior, na papelada para não perder o ano escolar. A empresa precisa dar orientação nesse sentido.
  • Verifique que tipo de informação sobre a família estrangeira você terá, antes da viagem. Algumas empresas só fornecem o endereço, em outras você terá acesso a uma ficha com fotos e hábitos. Assim você saberá, com mais segurança, o que seu filho vai encontrar.

 

O intercâmbio atua em vários países como : EUA, Alemanha, França, Austrália, Suíça, Inglaterra, Nova Zelândia, Canadá, Irlanda, etc.

A duração do programa varia de 1 a 2 semestres, geralmente são apoiados pelos representantes locais e alguns dispõe do Tool Free ( ligação gratuita ). As inscrições podem ser feitas de Janeiro a Setembro, os preços variam.

Qualquer estudante que esteja cursando o primário, ginásio, colegial, cursos pré vestibulares, faculdade, etc., poderá obter a Carteira Mundial de Estudante, que permite uma economia em vários itens, como : transportes, refeições, teatros, cinemas, atrações culturais, etc.

Enfim, o estudante tem várias facilidades para poder ingressar no intercâmbio.

Compre Seguro para Viagem

Oferecemos seguro de viagens com as seguintes seguradoras:




Travelex is committed to delivering exceptional products and services to our clients. Our approach to the travel insurance business has been successful because of our ability to develop and deliver innovative insurance products and services at a competitive price, while delivering excellent service to our customers at all levels.

CSA Travel Protection proudly manages and administers all aspects of quality travel insurance and emergency services for our business partners and customers.

TravelSafe Insurance, a division of the Chester Perfetto Agency, Inc. has become the gold standard in travel insurance products through innovation, experience and excellent customer service.


Tributação de Bagagem

Como é a tributação da bagagem?

os bens de uso e consumo pessoal, e livros, folhetos e periódicos são isentos de tributos;

as unidades excedentes aos limites quantitativos serão armazenadas para despacho comum de importação (mediante tributação comum, utilizando-se, por exemplo, as alíquotas constantes da Tarifa Externa Comum do MERCOSUL para o cálculo do imposto de importação);
os bens em quantidades que não excedam aos limites quantitativos serão tributados a uma alíquota única de 50% (Regime de Tributação Especial), aplicada sobre o valor global que exceda o limite estabelecido para a via de transporte (US$ 500,00, para viajante que ingresse no País por via aérea ou marítima; e US$ 300,00, para via terrestre, fluvial ou lacustre).

Quais são os limites de isenção aplicáveis aos demais bens integrantes da bagagem, distintos de livros, folhetos periódicos e bens de uso ou consumo pessoal (via aérea/marítima)?

– O limite de valor (US$ 500,00, para viajante que ingresse no País por via aérea ou marítima) foi mantido. Contudo devem ser observados ainda os seguinte limites quantitativos:

I - bebidas alcoólicas: 12 litros, no total;

II - cigarros: 10 maços, no total, contendo, cada um, 20 unidades;

III - charutos ou cigarrilhas: 25 unidades, no total;

IV - fumo: 250 gramas, no total;

V - bens não relacionados nos itens I a IV (souvenirs e pequenos presentes), de valor unitário inferior a US$ 10,00: 20 unidades, no total, desde que não haja mais do que 10 unidades idênticas; e

VI - bens não relacionados nos incisos I a V: 20 unidades, no total, desde que não haja mais do que 3 unidades idênticas.

Quais são os limites de isenção aplicáveis aos demais bens integrantes da bagagem, distintos de livros, folhetos periódicos e bens de uso ou consumo pessoal (via terrestre/fluvial/lacustre)?

– O limite de valor (US$ 300,00, para via terrestre, fluvial ou lacustre) foi mantido. Contudo devem ser observados ainda os seguinte limites quantitativos:

I - bebidas alcoólicas: 12 litros, no total;

II - cigarros: 10 maços, no total, contendo, cada um, 20 unidades;

III - charutos ou cigarrilhas: 25 unidades, no total;

IV - fumo: 250 gramas, no total;

V - bens não relacionados nos itens I a IV (souvenirs e pequenos presentes), de valor unitário inferior a US$ 5,00: 20 unidades, no total, desde que não haja mais do que 10 unidades idênticas; e

VI - bens não relacionados nos incisos I a V: 10 unidades, no total, desde que não haja mais do que 3 unidades idênticas.

Qual o intervalo de tempo que um viajante pode utilizar os limites de isenção para bagagem trazida do exterior?

- O direito à isenção de caráter geral relativa a outros bens distintos de livros, folhetos, periódicos, e de bens de uso ou consumo pessoal, somente poderá ser exercido pelo viajante uma vez a cada intervalo de um mês.

- Por exemplo, se o viajante utilizou a isenção, mesmo que parcialmente, no dia 10/07/2010, somente poderá novamente utilizá-la no dia 10/08/2010. Se o viajante utilizou a isenção, mesmo que parcialmente, no dia 30/01/2010, somente poderá novamente utilizá-la no dia 28/02/2010 (em ano bissexto, no dia 29).

Qual o tratamento tributário aplicável no caso de um viajante ingressando no País, pela via aérea, com os seguintes bens:

10 litros de bebida alcoólica, no valor unitário de US$ 30,00;

5 brinquedos iguais, no valor unitário de US$ 6,00; e

2 videogames, de valor unitário US$ 300,00.

- Como o viajante não excedeu nenhum limite quantitativo, será tributado pelo regime especial (50% do que exceder a US$ 500,00).

Considerando-se um total de US$ 930,00, e isenção em relação a US$ 500,00, a base tributável é de US$ 430,00 (à alíquota de 50%), chegando-se ao tributo devido de US$ 215,00, a ser convertido em reais.

Qual o tratamento tributário aplicável no caso de um viajante ingressando no País, pela via terrestre, com os seguintes bens:

20 litros de bebidas alcoólicas diversas, no valor unitário de US$ 5,00; e 1 videogame de valor unitário US$ 300,00.

- Observe que neste caso o viajante excedeu tanto o limite de valor quanto o limite quantitativo para trazer bebidas alcoólicas. Assim, o que exceder o limite quantitativo (8 litros - as unidades que o viajante escolher) ficará retido para ser posteriormente despachado, seguindo o tratamento tributário e procedimental de uma importação comum, e recolher os tributos referentes à bagagem (tributação especial) para os outros bens.

Com 12 litros de bebida (total de US$ 60,00) mais o videogame (total de US$ 300,00) chega-se a um montante de US$ 360,00, que excede em US$ 60,00 o limite de valor para a via. Chega-se assim a um tributo em reais resultante da conversão do valor de US$ 30,00

Qual o tratamento tributário aplicável no caso de um viajante ingressando no País, pela via marítima, com os seguintes bens:

  20 litros de bebidas alcoólicas diversas, (10 no valor unitário de US$ 5,00 e 10 no valor unitário de US$ 6,00); e 1 videogame de valor unitário US$ 300,00.

Considerando que o viajante não excedeu os limites de valor, mas superou o limite quantitativo para trazer bebidas alcoólicas, ele deverá despachar o excedente (8 litros - as unidades que o viajante escolher, independente do valor unitário) seguindo o tratamento tributário e procedimental de uma importação comum.

Assim, o regime especial de bagagem se aplicará somente a 12 litros de bebida (caso o viajante tenha escolhido utilizar a tributação especial para os 10 litros de valor US$ 5,00, e para 2 de valor US$ 6,00, totalizar-se-ia US$ 62,00) e ao videogame (total de US$ 300,00), havendo isenção em relação a tais bens, que não superam o limite para a via (US$ 500,00).

Qual o tratamento tributário aplicável no caso de um viajante ingressando no País, pela via marítima, com os seguintes bens:

  10 litros de bebidas alcoólicas diversas, no valor unitário de US$ 5,00; 1 videogame de valor unitário US$ 300,00, dois livros, no valor individual de US$ 50,00, e um único relógio, no valor de US$ 250,00.

Considerando que o viajante não excedeu os limites de valor (repare-se que não são computados o valor do relógio, por ser este um bem de uso pessoal, e o valor dos livros), nem os limites quantitativos, aplica-se o tratamento tributário e aduaneiro de bagagem.

Assim, o regime especial de bagagem se aplicará aos 10 litros de bebida (totalizando US$ 50,00) e ao videogame (total de US$ 300,00), havendo isenção em relação a tais bens, que não superam o limite para a via (US$ 500,00).